Arquivo da tag: programação

Clone (tosco) do Responsinator (traduzido para o português)

Já viu o Responsinator? É um site pra você testar seu site em resoluções pequenas (de diversos dispositivos móveis) e descobrir que ele não funciona direito.

A ideia é basicamente simples, então fiz um clone beeem tosco, só pra rodar localmente e tal…

Vê lá: Responsinator Tabajara em Português

Anúncios

Tradução do Plugin “Social” do WordPress para Português

Instalei o plugin Social no WordPress de um amigo. Procurei arquivos de tradução dele para o português brasileiro e não encontrei, então fiz uma tradução tabajara “half-mouth” rapidinha.

Ponha os arquivos “.po” e “.mo” no diretório /wp-content/plugins/social/lang/ (na verdade, só o arquivo “.mo” é necessário; o arquivo “.po” é o “arquivo-fonte”, que você vai editar se quiser alterar a tradução, pra depois, a partir dele, gerar o arquivo “.mo”).

Além disso, fiz uma versãozinha vagabunda traduzida da imagem usada nos links de login. Eu não recomendo simplesmente substituir a imagem do plugin. No meu caso, como o tema era “meu”, preferi colocá-la no diretório images/ dentro do tema, e sobrescrever duas regrinhas do plugin no meu style.css; assim:

div#social .social-sign-in-links .social-twitter{
    background-image:url('images/social.png');
}

div#social .social-sign-in-links .social-facebook{
    background-image:url('images/social.png');
}

Baixaê: social-wordpress-plugin.pt_BR.zip


© Compostela: “Deixe o que puder; leve o que precisar.”

Script Perl pra remover o caractere unicode “byte order mark” (BOM)

Tivemos alguns scripts PHP aqui gerando erro no servidor de homologação por causa de caracteres unicode misteriosos no início do arquivo. Esta marca de ordem de byte é um treco no comecinho do arquivo que de alguma forma diz “em qual das diferentes representações Unicode o texto está codificado.” Só que o PHP não sabe o que é isso Continuar lendo

Meu ambiente de trabalho em 7 itens

O Elcio me convidou pra correntinha, então…

7 Coisas que Não Podem Faltar na Minha Máquina

  1. “Microsoft Ubuntu” – “Linux para seres humanos”, é o que dizem…
  2. Gedit – Eu domino os comandos mais importantes do VIm: “desfazer” e “sair”. Para outras tarefas, uso um editor em que eu consigo clicar. (Isso mesmo, clicar! Sou quase humano!)
  3. Opera, Google Chrome, Firefox/Firebug – Navegadores de verdade
  4. VirtualBox – Para o navegador de mentira
  5. FileZilla – Ainda chamam essas coisas de “clientes de FTP”, mesmo eu não me lembrando da última vez que usei (ou precisei usar) esse protocolo… Enfim…
  6. Emesene – Sou quase humano, lembra?! 😛
  7. Audacious, MPlayer, VLC, Audacity, Avidemux, LMMS, MuseScore, SoundConverter, Subtitle Editor, PiTiVi, EasyTag… – Não uso exatamente pra trabalhar, mas uso bastante.

DU-VI-DO algum desses caras ressuscitar seu blog (ou criar um) só pra dar continuidade à correntinha, mas estão convidados: @lelimat, @lornlab, @igorescobar, @wendelscardua e @rigonatti.

Banco de dados do WordPress sob controle de versão

Fiz um scriptzinho maroto pra manejar o dump de um banco de dados do WordPress. Ele serve pra exportar os dados do banco para um arquivo texto, substituindo a URL do site por uma string mágica; e também pra importar os dados do arquivo texto para o banco, desfazendo a substituição da URL. Continuar lendo